Dica de música – La Romniasa me te lav

ciganaO cigano húngaro Gusztáv Varga carregou um sonho por mais de três décadas: escrever e cantar músicas em sua língua-materna, o romani, idioma falando pela maioria dos ciganos do Leste Europeu. Isso foi possível em 1978 com a criação de sua banda Kalyi Jag (que significa “Fogo Negro” em romani). O primeiro disco foi lançado em 1987 e logo a banda se tornou um sucesso e referência sobre a cultura cigana húngara. [Para saber mais sobre os ciganos da Hungria, veja nosso texto antigo: E nem tudo é festa – os ciganos da Hungria 😉 ] Continuar lendo

Ciganos ursari

Gypsy bearOs Ursari formam um clã cigano do Leste Europeu de origem nômade, numerosos na Romênia, Moldávia, Bósnia e Bulgária, mas também presentes na Itália, França, Alemanha e Grécia. Como em vários outros clãs, a denominação reflete a atividade do grupo – Ursari significa “condutores de ursos”. Apesar de serem domadores de animais selvagens, os Ursari são considerados um povo tranquilo e amigável, que gosta de música e dança e se dá bem com outros clãs. Em sua maioria são cristãos ortodoxos e, na Romênia, chegaram a traduzir o Novo Testamento para seu dialeto local.
Continuar lendo

Mahala e a expressão da sexualidade feminina

cigana (2)Uma das coisas que mais gosto no Blog é quando o público acrescenta de alguma forma, seja com dúvidas, sugestões ou elogios. Também adoro quando vejo alguém novo seguindo o Filhas do Vento, pois significa que as pessoas estão lendo, gostando e querendo mais! Essa é a nossa proposta :). Comecei a escrever aqui para compartilhar as coisas que aprendi com as alunas e com quem quiser se aprofundar em alguns temas sobre a cultura cigana.
Continuar lendo

Elemento Terra no bailado cigano

Terra é um dos quatro elementos primordiais, para além da água, ar e fogo. Corresponde à matéria, a tudo o que é sólido. Ao corpo, onde o Espírito se aloja, é o Templo da Alma. No nosso sistema solar, a Terra é o planeta onde vive a humanidade. Nesse aspecto ela também abriga o mundo da cigana (32)natureza, como na expressão “Mãe Terra”. Ela também é a massa de terra do mundo, distinta dos oceanos e da atmosfera.
Continuar lendo

Bailado cigano na Romênia

Festa Cigana 3Mais de dois milhões de ciganos vivem na Romênia e muitos deles ainda são nômades. Apesar da cultura expressiva, a música e a dança variam a cada região. Como durante o governo de Ceaucescu (1965-1989) os ciganos foram proibidos de tocar e dançar suas músicas em público, em muitos lugares eles carregam elementos da cultura romena. Em outros, as danças mais expressivas têm origem entre os ciganos turcos e não são dançadas pelos não-ciganos do país.
Continuar lendo

E nem tudo é festa – os ciganos da Hungria

Hoje, na Hungria, podemos ver dois estilos de musica cigana: o folclórico rural (antigamente executado quase que exclusivamente para a comunidade cigana) e a “música de restaurante” (tocada essencialmente para turistas). A maior parte dos turistas na Hungria só ouve “música de restaurante”, tocada normalmente por pequenas orquestras ciganas, com um vocalista, vários violinos, baixo e cimbalom (dulcímero húngaro cigano), todos vestidos a caráter para entreter os clientes.
Continuar lendo

Música cigana russa: o violão de sete cordas

De acordo com as antigas crônicas russas, os primeiros ciganos chegaram ao país no século XV. Como os instrumentos musicais foram proibidos na Rússia entre os séculos XIV e XVII, os ciganos que lá viviam criaram uma tradição musical baseada em coros, que continuou até 1917. Depois da Revolução Russa, os ciganos começaram a  incorporar o estilo musical do país e passaram a tocar violino, levado pelos ciganos dos Bálcãs. Mas um dos principais instrumentos usados pelos ciganos russos, desde o século XVIII até hoje, é o violão de sete cordas.
Continuar lendo