Dica de música: Tu jésty fáta

Tu jésty fáta é uma música da banda cigana húngara Kanizsa Csillagai. Também ficou popular com a versão da banda punk cigana Gogol Bordello: “Madagascar-Roumania”.

Consegui a letra da música, mas só um pedaço da tradução… O bom é que dá pra saber que se trata de ciganos paquerando uma moça. Eles pedem pra que ela saia (provavelmente na janela) para que eles possam vê-la. Pra mim, a cena se parece com uma paquera de adolescentes sem muitos limites, que acabam deixando a moça mais envergonhada do que lisonjeada rs. O som, no entanto, é delicioso. E no refrão de palmas e pandeiro, imagino a moça que entra na roda pra mostrar toda sua beleza na dança. Continuar lendo

Anúncios

Alerta de música – Diri diri, so kerdjan?

R-11385458-1516193283-6100.jpeg

Diri diri é uma música que eu adorava dançar. E muita gente também!

As músicas em romani são sempre as mais difíceis da gente ter acesso à letra e tradução. Como o romani não tem uma gramática definida, em cada país, escreve-se de uma forma, embora as palavras possam ser pronunciadas mais ou menos da mesma maneira. Além disso, os autores das músicas também misturam o romani com palavras do idioma local. Isso acontece com as músicas da banda húngara Romanyi Rota. Continuar lendo

Dica de música: Nasyvargyaszman, Dilyargyaszman (Rományi Rota)

Provavelmente você conhece a música Diri diri, so Kerjan. Sabia que foi gravada pela banda Rományi Rota e que eles têm outras ótimas músicas?

O nome “Rományi Rota” significa “Roda cigana”, uma alusão às rodas das carroças ou vardos ciganos. A banda foi formada em 1985 no interior da Hungria, trabalhando com músicas e danças tradicionais. Em 1988 eles se mudaram para a capital do país, Budapeste, onde tiveram maior projeção. Quatro álbuns foram gravados: em 1994, 1998, 1999 (que tem Diri diri) e em 2001. Continuar lendo

Dica de música: Raya Real – La virgen como es gitana

Raya Real é um grupo musical de Sevilha, na Espanha, especializado em sevilhanas e rumbas do estilo do sul do país, como Andaluzia. Criado em 1990, o grupo conta com diversas cantoras e cantores, que fazem coro acompanhados de caixas, violões, castanholas, às vezes pandeiros, muitas palmas e muito jaleo.

PeregrinosO nome do grupo é referência a um lugar por onde passam os peregrinos que fazem a romaria do Rocio, uma manifestação católica popular andaluz em homenagem à Virgem do Rocio, a santa mais celebrada entre os ciganos da região. Os fiéis atravessam suas cidades para chegar ao vilarejo de Rocio, onde encontra-se a imagem da santa. Para aqueles que saem de Sevilha, a Raya Real é o último lugar antes de chegar ao vilarejo, mas também é considerada a etapa mais difícil do caminho. É uma  longa “estrada” de areia (9 quilômetros!) que separa o Parque Nacional de Doñana do Palácio del Rey, considerado um lugar mágico para os rocieiros. Continuar lendo

Dica de música: Sevilla tiene un color especial

los del rio

Los del Río, 2009

A dupla espanhola Los del Río, formada por Antonio Romero Monge y Rafael Ruiz Perdigones, ficou extremamente conhecida em 1993 quando lançou a música Macarena. No entanto, a carreira deles havia começado ainda na década de 60, com canções em ritmos mais tradicionais, como sevilhanas e rumbas.

Pra quem só conhece aquela música, é difícil imaginar outros belos trabalhos que a dupla gravou, como Sevilla tiene un color especial, de 1992. Cheia de referências e analogias, a música se tornou praticamente um hino para quem ama a cidade espanhola. Continuar lendo

Dica de música e novela: Betchari e Explode coração!

DaraOlá, pessoal!

Dia 29 de janeiro o Canal Viva irá reprisar a novela Explode Coração, sucesso que abordou as tradições ciganas na década de 1990.

Já contei aqui no blog que foi a partir dessa novela que me apaixonei pela cultura cigana. É verdade que naquela época a dança cigana não era tão difundida no Brasil como hoje em dia, e por isso não tínhamos tantas referências para comparar a performance da atriz Teresa Seiblitz, que interpretou a Dara, e dos outros atores que representaram os ciganos. Por isso, será muito interessante rever a produção. Continuar lendo

Malagueña Salerosa + viagem ao México!

Olá, pessoal!

O post de hoje é uma dica de música e também um relato de viagem rs.

mexico_yucatanDessa vez, estive no México, mais precisamente na Península de Yucatan (aquela região onde fica Cancun). Passei por Isla Mujeres, Valladolid, Chichén Itzá, Ek’Balam, Playa del Carmen, Tres Reyes e Tulum. Mas é um pedacinho tão pequeno do país, que seria como um estrangeiro visitar algumas cidades da Bahia e dizer que “já conhece” o Brasil rs. Por isso, adianto: o México vale outra visita rs. Continuar lendo

Dica de música: Wine and Alchemy – Palastinalied

Wine and AlchemyProvavelmente você já viu um vídeo de uma banda tocando uma música meio oriental, meio medieval, enquanto uma moça dança algo encantador, movendo a barriga e quadris de maneira quase hipnotizadora. O vídeo, que já teve mais de oito milhões de visualizações, foi postado no Facebook pela página brasileira Tsara Gitana, que compartilha conteúdos sobre cultura cigana. Na verdade, a apresentação foi feita em 2009 no Texas Renaissance Festival, um famoso festival com apresentações de temas medievais. E a moça é a Roxanne Bruscha, dançarina, cantora, compositora e fundadora da banda norte-americana Wine and Alchemy. Continuar lendo

Dica de música: Ícaro (O sonho) – Furia Gitana

cigana (46)A maioria das bandas que têm repertório em estilo cigano no Brasil aposta em ritmos inspirados na rumba. Violões e guitarras dão o tom das músicas animadas ou românticas. Já a banda Furia Gitana traz um elemento que se tornou em algo como uma identidade diferente para seus ouvintes: o violino.

Criada no Rio de Janeiro em 1998 e reformulada em 2008, atualmente a banda tem em sua composição o líder Melquizedec (vocal, percussão e derbak), Dino Guterrez (violino), Atila Carvalho Bahiense (violão), Cesar H. Romero Da Cruz (percussão), Paulo Marcello M. D. Cruz (guitarra). O grupo traz canções cantadas em português e espanhol, e instrumentais, como a belíssima Ícaro (o sonho). Continuar lendo

Dica de música: Como Ayer – Gipsy Kings

Após diversos sucessos com músicas animadas, repletas de energia e muitas influências, como da rumba, da salsa e do rock, gravando até mesmo covers de canções não-ciganas (como Volare, de 1989, e Hotel California, de 1991), em 2004 os Gipsy Kings decidiram deixar de lado o apelo comercial para se voltar às suas origens ciganas e lançaram o álbum chamado Roots (raízes, em inglês), com influência do flamenco. Continuar lendo