Mahala e a expressão da sexualidade feminina

cigana (2)Uma das coisas que mais gosto no Blog é quando o público acrescenta de alguma forma, seja com dúvidas, sugestões ou elogios. Também adoro quando vejo alguém novo seguindo o Filhas do Vento, pois significa que as pessoas estão lendo, gostando e querendo mais! Essa é a nossa proposta :). Comecei a escrever aqui para compartilhar as coisas que aprendi com as alunas e com quem quiser se aprofundar em alguns temas sobre a cultura cigana.

Semanas atrás recebi uma mensagem super fofa da Lu Barcelos, professora de Dança Cigana em Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro. A Lu estava fazendo uma pesquisa sobre dança cigana da Romênia, viu nosso texto sobre o Manea (sing. ou Manele – plur.) e pediu minha opinião sobre um vídeo que havia feito. À primeira vista, achei o bailado dela um pouco vigoroso demais. Começamos a pesquisar e descobrimos que o que ela dançava era outro estilo! O Mahala!

cigana (53)O Mahala também é uma dança da Romênia e surgiu por volta de 1980 como uma ação contrária à tradicional música folclórica romena. O novo estilo era influenciado pela música pop sérvia e pela cultura dos Bálcãs, empregando instrumentos de música pop, como guitarra e baixo elétricos, sintetizadores e bateria no lugar dos instrumentos tradicionais. Às vezes ainda encontramos instrumentos ciganos, como violino e violões, mas a dança é sempre extremamente sensual e, numa comparação bem simplista, diria que se aproxima do nosso Funk ou do Reggaeton latino-americano. Que, inclusive, também nasceram como contracultura, uma forma popular de expressão. Ainda na década de 1980, o Mahala foi proibido pelo governo da Romênia, porque era considerado de baixa moralidade ou não-cultural. Com a abertura política do país, no final de 1989, este gênero já tinha praticamente desaparecido. Curiosamente, esse estilo é citado como o “pai” do chamado “Pop Manele”, que surgiu nos anos 1990, e também tem elementos eletrônicos na música e uma dança extremamente sensual. Ambos extrapolaram o ambiente roma é dançado por não-ciganos do país.

A palavra “Mahala” é usada em diversos idiomas balcânicos e significa “bairro” ou “vizinhança”. O interessante é que em romeno, a palavra passou a ter a conotações negativas ou pejorativas, como de “favela” ou “gueto”. Outro ponto interessante é que hoje o Mahala, o Manea e o Pop Manele são considerados pelos “cultos” da Romênia como o Funk é no Brasil, pejorativamente como uma dança sensual de pobre. O que devemos lembrar é que todas essas danças citadas foram criadas em ambientes muito repressivos, político, social ou culturalmente, e ai incluo o papel e a liberdade das mulheres na sociedade. Na maioria das vezes, a dança de um estilo sensual pela mulher pode se transformar num grande fator libertador, pois a permite se expressar (seja cultural ou sexualmente) quando nem sempre é possível. Nesse grupo, posso ainda acrescentar a dança cigana turca, e indo um pouco além, até o ritual de Zaar.

Gypsy Painting by Andrew Atroshenko; Gypsy Art Print for saleNão vou ser hipócrita e dizer que não é um estilo difícil para mim, pois o associo muito ao Funk. Mas disse à Lu que deve aproveitar, pois como mora no Rio e lá o Funk é bem mais aceito do que aqui em São Paulo, será muito mais fácil desenvolver este bailado! E em todos os casos, devemos estudar, pois também se trata de um estilo cigano, e que mostra a nova condição ou espaços conquistados pela mulher nesses guetos. Afinal, quem quer conhecer a cultura cigana a fundo não deve se iludir achando que dançamos apenas Rumba :).

Só pra levantar algumas características desse bailado, possui poucos movimentos de saia, já que a ênfase está nos quadris. Há outros elementos de sensualidade, como mexer nos cabelos ou descer até o chão. A dança é forte e vigorosa, como a apresentada pela Lu!

Apreciem o bailado e deixemos de recalque! Rs

Brigitte Angel

 

Anúncios

4 comentários sobre “Mahala e a expressão da sexualidade feminina

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s