Virgen del Rocio, la Blanca Paloma

Virgen del RocioMuitos dizem que Santa Sara é considerada a única santa cigana do mundo (ainda que não reconhecida pela igreja católica), mas há muitos outros santos de devoção cristã entre os ciganos, como a Virgem do Rocio, também conhecida como “Blanca Paloma” (Pomba Branca).

A lenda diz que no início do século XV um homem chamado Gregorio Medina havia saído para caçar com seus cachorros, chegando ao lugarejo de Rocina, em Andaluzia, sul da Espanha. Os cachorros latiam de maneira nunca vista, como se houvesse uma presa se escondendo na floresta. Apesar da dificuldade para chegar ao local, cheio de plantas e espinhos, o homem seguiu, encontrando uma imagem grande de Nossa Senhora dos Remédios intacta sobre o tronco de uma árvore. Era uma imagem belíssima e muito bem conservada, vestida em túnica de linho branco e verde.

Cheio de alegria, o homem retirou a imagem dali para leva-la à cidade de Almonte, distante cerca de 20 quilômetros. Vencido pelo cansaço e pela dificuldade de remover a imagem da mata fechada, ele dormiu. Ao acordar, a imagem não estava mais ao seu lado. Voltou à árvore onde havia a encontrado, e lá estava ela. O homem se dirigiu a Almonte e contou aos padres da região o que havia visto. Diversas pessoas foram conferir, e lá encontraram a imagem intacta no tronco da árvore. Decidiu-se então construir uma capela em volta da imagem, colocando-a no altar, e usando o tronco da árvore como base. Em volta da capela foi se formando o povoado de Santa Maria de las Rocinas. Em 1653, quando foi proclamada padroeira de Almonte, a imagem recebeu o nome de Virgem do Rocio, e a cidade foi denominada Rocio.

A igreja católica, no entanto, não reconhece essa versão. Sabe-se que, na verdade, o templo onde hoje é a igreja havia sido construído séculos antes como uma mesquita moura. Na reconquista católica do século XVIII, diversas imagens da Virgem dos Remédios foram espalhadas pela Espanha, numa tentativa de evangelizar o povo e criar uma fé mariana, valorizando a imagem da mulher. Posteriormente, a imagem passou a ser chamada de Virgem do Rocio. Apesar disso, a história que move os peregrinos é a da lenda mesmo rs.

Em português, Rocio significa orvalho, e dentro de uma linha teológica, o orvalho seria a imagem do Espírito Santo que vem para trazer suas bênçãos. Seria também um símbolo de fecundidade sobre a terra e sobre a Virgem Maria.

Como havia muitas relações com o Espírito Santo, o povoado de Almonte passou a comemorar a festa da Virgem do Rocio no dia de Pentecostes. Para marcar a presença do Espírito Santo, foi colocada uma pomba branca (que representa o Espírito Santo) na imagem de Rocio. Nas celebrações, as pessoas gritavam “Viva a Pomba Branca!”. Com o passar do tempo, os fiéis associaram a pomba branca à própria Virgem do Rocio, e assim ela também passou a ser chamada.

Romaria do RocioMuitos milagres foram registrados. Diversas pessoas diziam vê-la em aparições, sempre vestida como pastora. Por isso, ela também é conhecida como “A Pastora”.

Ainda hoje Rocio é um pequeno povoado, para onde  todos os anos, no domingo de Pentecostes, vão milhares de romeiros da Espanha e de outras partes do mundo. A pé, em cavalos ou carroças decoradas com itens de cultura flamenca, cigana e andaluz, as multidões celebram em um espetáculo que mistura folclore e religião, numa festa colorida e alegre.

Brigitte Angel

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s