Santa Sara Kali, protetora dos ciganos

No dia 24 de maio, muitos ciganos (mas não todos) comemoram o dia de Santa Sara Kali, considerada a santa protetora do povo cigano.

Santa Sara Kali

Santa Sara Kali

Há muitas histórias e lendas sobre Santa Sara. A mais conhecida conta que Maria Madalena, Maria Jacobina, Maria Salomé, José de Arimatéia e Trofino, junto com Sara, uma serva, foram atirados ao mar numa barca sem remos e sem provisões. Desesperadas, as três Marias começaram a orar e a chorar. Sara retirou seu diklô (lenço) da cabeça, chamou por Jesus Cristo e prometeu que se todos se salvassem, ela seria escrava de Jesus e jamais andaria com a cabeça descoberta em sinal de respeito. Milagrosamente, a barca sem rumo e à mercê de todos os perigos atravessou o oceano e aportou com todos salvos no sul da França, onde hoje é a cidade de Saintes-Maries-de-La-Mer. Conta-se que um grupo de ciganos que vivia por ali os socorreu. Com as mulheres, os ciganos aprenderam os ensinamentos de Jesus, passando a se familiarizar com a doutrina cristã. Sara continuou convivendo com os ciganos e passou a ser chamada de Sara Kali (“Kali” significa “negra” no idioma romani).

Sara teria cumprido a promessa que fez no barco até o final dos seus dias, vivendo como devota de Jesus e sempre com seu diklô na cabeça. É por isso que, em sinal de respeito, as mulheres usam um lenço na cabeça quando vão em peregrinação até uma imagem de Santa Sara.

Cigana com diklô

Cigana com diklô

Além de ser protetora dos ciganos, Sara é, em especial, protetora das mulheres que querem engravidar ou que querem ter um bom parto. Há muitos anos, as ciganas que não conseguiam ter filhos faziam promessas a Santa Sara, pedindo que engravidassem. Se isso ocorresse, elas iriam à cripta da santa, em Saintes-Maries-de-La-Mer, e ali depositariam o mais lindo diklô que encontrassem. Neste local existem milhares de lenços, deixados por ciganas receberam esta graça ou que fazem pedidos todos os anos.

E, como ter filhos é uma das maiores bênçãos entre os ciganos, é costume dar um diklô para as meninas quando começam a menstruar, dignificando a nova fase como mulher, e é muito gentil dar um belo diklô de presente a uma mulher que vai se casar ou recém casada. É por isso também que, entre muitas famílias, as ciganas casadas usam um lenço na cabeça.

Apesar de não ser reconhecida pela igreja católica como santa, Sara é procurada também por não-ciganos que estão desesperados e têm fé. Venerada como protetora de seu povo, todos os anos, milhares de ciganos vão em peregrinação à cripta onde está sua imagem, em Saintes-Maries-de-La-Mer, para fazer suas orações, pedidos e agradecimentos. E, claro, sempre tem uma festa depois.

Brigitte Angel

Anúncios

10 comentários sobre “Santa Sara Kali, protetora dos ciganos

  1. María de Lourdes disse:

    Gracias. Hoy conocí, gracias a ustedes, a Santa Sara. Bendita sea. Ojalá pronto pueda festejar bailando. Saludos desde México. Gracias.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s